RSS

Sou um cidadão português

05 Out

Tenho vários Blogs, este é um deles, como tal sou Blogger.Ao que parece sou marginal, pertenço ao submundo, não pertenço aos 1% de blogs de respeito (não sou jornalista nem político), se somos assim tão maus, tão insignificantes, temos poucas visitas, somos drogados, somos pastilhados, porque razão então se apela na edição on-line de um jornal dito de Expresso à censura e ao exame prévio daquilo que escrevemos?, Nós que não valemos nada e que significamos nada nesta sociedade livre e democrática? está com medo de quê o senhor que escreve esse artigo na edição on-line de um jornal dito Expresso?saberá o dono (Homem de grande dimensão democrática) desse jornal dito Expresso que na edição on-line do mesmo alguém que certamente é pago por Ele para aí escrever faz apelo à censura e ao exame-prévio de toda esta gente que não tem qualquer significado e importância?viveremos Nós num País democrático?porque razão uma dúzia de individuos que querem a toda a força a figura de Provedor da Blogoesfera, do Estatuto Editorial em todos os Blogs, criminalização do autor do Blog por comentários de terceiros, (tudo isto resumido é o regresso da censura e do exame-prévio de qualquer publicação de post), porque razão querem impôr a sua vontade a cerca de 200 mil Bloggers portugueses?, esperemos que o actual Governo e o PS não dê ouvidos a essa dúzia de seres ditos humanos, é o meu voto. No entanto uma coisa nesta atitude censória dessa dúzia de seres ditos humanos unidos em “rede” é que a falta de inteligência dos mesmos não lhes permite ver naquilo em que se estão a meter, tal como o disse muitas vezes, para se ser inteligente não é condição ter um “canudo” e “carteira”, é preciso ter inteligência e capacidade de pensar.

Anúncios
 
 

Etiquetas:

14 responses to “Sou um cidadão português

  1. Pirata

    Outubro 6, 2008 at 5:28 pm

    200% De acordo contigo.
    Nós que não valemos nada e que significamos nada, no entanto, tanta importância temos, aos olhos deste, bem, não sei como os nomear. Talvez “FRUSTRADOS DO JORNALISMO”, mas deixo ao vosso critério…
    Não precisamos de publicidade, mas desde já, o meu obrigado, a todo o pessoal que escreve sobre nós no “EXPRESSO“. Publicidade gratuita, sempre bem-vinda, mais vale atenção negativa, do que nenhuma…
    Estou um pouco intrigado, principalmente os jornalistas, que sempre lutaram, pela liberdade de expressão, mesmo no tempo do fascismo, agora esses mesmos dito cujos, querem acabar com ela?
    Já dizia a minha bisavó, “QUEM DESDENHA QUER COMPRAR”.
    Fadando dos comentários aos blogs “quem é responsável por, o quê e porquê?”, não percebo o raciocínio destes indevidos, chamem-me de estúpido ou ignorante, não faz mal, eu aceito.
    Se seguirmos este raciocínio, mais vale acabar duma vez por todas, com comentários e críticas. Um mundo perfeito, onde toda a gente comunga das mesmas ideologias, gostos, costumes, etc.
    Pena que neste mundo tão perfeito, não haveria lugar para JORNALISTAS,
    Graças a Deus, vivemos num Mundo imperfeito, onde cada um pensa o que quer, escolhe o que quer, diz o que sente, etc.
    (POR EM QUANTO)… Cumprimentos do Pirata

     
  2. re21

    Outubro 7, 2008 at 9:17 pm

    Pirata, de facto se a censura existe na vida real( o que aconteceu ao artista e Professor Universitário de Alcobaça) não é de estranhar que uma dúzia de seres ditos humanos defendam a censura à Blogoesfera portuguesa, que segundo me estive a informar andará por cerca de 600 mil blogs ou mais e cerca de 200 mil blogs activos(a publicar posts com regularidade), estou a recolher uma série de link´s que tenho por aqui espalhados nos “meus favoritos”, mas o sinal que de facto vinha aí a censura e que comuniquei(já lá vão uns meses) a alguns Amigos e Amigas foi um determinado post feito por pessoa que ninguém mas mesmo ninguém imagina quem é(excepto claro aqueles/as a quem enviei e-mail na altura) e que até serão admiradores dessa pessoa, se me apetecer fazer merda ou escrever merda e fizer o que quero até aqui direi quem é, muita gente já o sabe…sou livre, vivo num País livre!vivo num País com um governo de esquerda que espero não vá na conversa dos neo-fachos frustrados deste País que querem instituir a censura à Blogoesfera portuguesa!!!

     
  3. re21

    Outubro 7, 2008 at 9:25 pm

    Ó Pirata, aqui fica o link da Bola

    http://bolanaarea.blogspot.com/2008/09/para-qu_24.html

    lê e depois vê como os há inteligentes e os que se dizem inteligentes, he!he!

     
  4. Pirata

    Outubro 8, 2008 at 6:32 am

    Obrigado.
    Mais uma coisita para estes indevidos.
    LIBERDADE DE EXPRESSÃO E INFORMAÇÃO
    “1. Todos têm o direito de exprimir e divulgar livremente o seu pensamento pela palavra, pela imagem ou por qualquer outro meio, bem como o direito de informar, de se informar e de ser informados, sem impedimentos nem discriminações. 2. O exercício destes direitos não pode ser impedido ou limitado por qualquer tipo ou forma de censura. ” (Artigo 37.º da Constituição da República Portuguesa)

     
  5. Golfinho

    Outubro 8, 2008 at 9:04 am

    Pirata, esse é um dos muitos direitos, liberdades e garantias, e como tal o artº 13º é meramente exemplificativo, necessita de ser regulado, e tem os deveres que esse direito nos dá, a todos os cidadãos. Não confundam Liberdade de Expressão com Libertinagem, e é essa distinção que é feita pelo Legislador na Lei, como p. ex. o C. Penal. Ora bem, se já está regulado no C. Penal, para quê uma dupla regulamentação específica para os blogues? Até penso que isso seria inconstitucional, e seria mesmo, se viesse do Parlamento Europeu, que só pode legislar nas despesas não obrigatórias e aprovar as obrigatórias. As outras funções são meramente políticas, como uma moção de censura, p. ex. O P.E. não pode legislar sobre esta matéria. outra falácia que andam aí a vender. O PE pode aconselhar a comissão para esta legislar, caso entenda, sobre o assunto, mas não é obrigada a seguir o conselho do PE.

     
  6. João Norte

    Outubro 8, 2008 at 5:46 pm

    Eu também sou desses marginais. Os jornalistas e políticos não precisam blougue, nós marginais sim.
    É preciso resistir a todas as formas de censura

     
  7. Golfinho

    Outubro 8, 2008 at 9:51 pm

    Caro João,
    (e)migre para os EUA como nós. E pensar que a estória do Provedor começou com um post meu e um comentário seu.

     
  8. West

    Outubro 9, 2008 at 12:50 am

    A mim ninguém me cala. Eu digo o que quiser e pronto! Só não posso andar por aí a ofender e a difamar gratuitamente as pessoas, mas mesmo assim posso defender-me de todo o mal que me for infligido. A propósito da liberdade de expressão, vale a pena ler sobre a campanha global pela liberdade de expressão.
    Não vale a pena fazer tanto alarido. Os blogers vão vencer esta batalha pela liberdade de expressão. Até em cuba, que ainda é uma ditadura dura, há blogers a fazerem bons bloges. Basta ter imaginação e ser persistente… contornar os caminhos que se apresentam tortuosos…

     
  9. Golfinho

    Outubro 9, 2008 at 9:02 am

    vêem: não legislativa:
    No passado dia 25 de Setembro, o Parlamento Europeu aprovou uma resolução não legislativa sobre concentração e pluralismo nos meios de comunicação social na União Europeia. O texto aprovado alerta para a concentração sem restrições da propriedade, que coloca em risco o pluralismo e a diversidade cultural, e apela a um “debate aberto sobre todas as questões relacionadas com o estatuto dos blogues”.
    só a comissão e o conselho podem legislar. o pe fá-lo por “portas travesas” através das despesas n obrigatórias.

     
  10. re21

    Outubro 9, 2008 at 8:10 pm

    Golfinho, claro que o Parlamento aprova resoluções, propõe , mas por cá o autonomeado provedor da blogoesfera e a sua “rede” querem forçar o governo a legislar nesse sentido, eu dei conta disso em Maio deste ano no Blog daquele Senhor…após mais um encontro da “rede” de apoiantes daquilo que eu digo que é, a instalação da censura na Blogoesfera portuguesa.

     
  11. Golfinho

    Outubro 10, 2008 at 4:59 am

    Sim, pode, mas só em matérias de despesas não obrigatórias é que pode legislar, não é este o caso. O PE envia esse Parecer não vinculativo e a Comissão ou o Conselho aprova-o ou não, ou o aprova de maneira diferente, ou nem legislam.

    Sim deste. Mas lembram-se da versão do último Estatuto dos Jornalistas? Lembram-se do Sindicato dos Jornalistas ter ficado indignado e pedido a fscalização da constitucionalidade porque o Diploma continha normas penais já previstas no C. Penal? O que é isto, senão a mesma situação?

     
  12. re21

    Outubro 10, 2008 at 9:20 pm

    Golfinho quando li aquela merda (como diz o MEC) “…Dei-me conta também que há uma espécie de corrente que reune instintivamente os blogonautas: é a trincheira em que se defende a liberdade de expressão…” defenindo quem defende a criação do Provedor da blogoesfera portuguesa, a instituição obrigatória do estatuto editorial nos blogs portugueses e criminilização do autor do blog por comentários de terceiros de “…trincheira em que se defende a liberdade de expressão…”,fiquei chocado e coloquei a mim mesmo esta questão como tantos anos após a democracia em Portugal se pode defender gente que faz a apologia de ideais só existentes nas ditaduras?e disse-to por e-mail não só a Ti mas a outras pessoas, fiquei mesmo muito preocupado e sabes bem que me refiro ao senhor José Medeiros Ferreira após mais um encontro da “rede” “corrente” em Beja, espero bem que estes senhores não levem a sua avante e que o actual Governo liderado e bem por José Sócrates não se iluda com as palavras desses Senhores, de censura bastaram 50 anos de ditadura fascista e mais um ano e tal de censura pós 25 de abril e o PS sabe bem o que é essa luta pela Liberdade de Expressão, espero que José Sócrates e o seu Governo jamais criem uma lei onde seja decretada a censura aos Blogs portugueses.

     
  13. Golfinho

    Outubro 10, 2008 at 11:29 pm

    13. 🙂 Um dos slogans da campanha de Kerry há 4 anos era: “Eles mentem, eles perdem”. Não perderam na altura, mas a m*** que fizeram durante 8 anos foi sendo descoberta, e não se sabe ainda, se serão ou não julgados por algo. Não perderam na altura, mas Obama já ganhou a dizer a verdade. “Um dia rirá melhor quem rirá por fim”.

     
  14. re21

    Outubro 11, 2008 at 7:48 am

    🙂

     

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s